Doxy 100 Comp.

Descrição

INDICAÇÕES:

A doxiciclina é considerada o antibiótico de escolha no controle das infecções causadas pelas principais espécies de riquetsias, micoplasmas, espiroquetas e clamídias que acometem cães, gatos e aves.

Doxy 100 é indicado para cães e gatos no tratamento de:

  • Erlichiose canina- causada por Erlichia canis
  • Leptospirose – causada por Leptospira spp.
  • Febre maculosa (Rocky Mountain Spotted Fever) – causada por Rickettsia rickettsii
  • Bebesiose canina – causada por Babesia canis
  • Borreliose – causada por Borrelia burgdorferi
  • Bartonelose – causada por Bartonella spp.
  • Hemobartolenose – causada por Haemobartonella felis
  • Tosse dos canís – causada por Bordetella spp.
  • Infecções respiratórias – Pneumonias e broncopneumonias causadas por: Bordetella spp., Streptococcus pneumoniae, Streptococcus spp., Staphylococcus spp. e Haemophilus influenzae.
  • Infecções genito-urinárias – Cistites e nefrites causadas por cepas sensíveis de Klebsiella spp.; Escherichia coli; Enterococcus spp.; Staphylococcus spp., Streptococcus spp e Brucella canis
  • Infecções de tecidos moles em felinos – causados por Bacteroides tectum
  • Infecções intestinais – Causadas por cepas suceptíveis de Shiguella spp.; Salmonella spp.; e Escherichia coli.

 

CONTRA-INDICAÇÕES:

  • O produto é contra-indicado em casos de hipersensibi-lidade conhecida às tetraciclinas e em pacientes com “miastenia gravis”.

 

PRECAUÇÕES:

  • Como toda antibioticoterapia, especialmente de longa duração, o tratamento com o produto pode permitir a progressão de infecções por bactérias ou fungos não sensíveis ao agente antimicrobiano utilizado.
  • Não administrar o produto a fêmeas gestantes durante o terço final da gestação, em cadelas ou gatas lactantes e nem em animais jovens em fase de desenvolvimento da dentição.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:

  • Embora a doxiciclina quando administrada por via oral seja menos vulnerável à quelação com cátions do que outras tetraciclinas, o uso concomitante de antiácidos contendo cátions divalentes ou trivalentes pode causar alguma redução na absorção da droga. Recomenda-se que antiácidos orais, catárticos salinos ou outros produtos contendo alumínio, cálcio, magnésio, zinco ou cátions bismuto, que são os mais comumente associados com essa interação, quando necessário seu uso, devem ser administrados com intervalo de 1 a 2 horas antes ou depois da administração oral da doxiciclina.
  • Produtos orais contendo sais de ferro também são associados com redução na absorção, que pode ser evitada dando-se intervalo de 3 horas antes ou 2 horas depois da administração do produto.
  • A doxiciclina pode baixar a atividade da protrombina, e pacientes em terapia com anticoagulantes podem necessitar ajustes na dose.
  • Drogas bacteriostáticas como as tetraciclinas podem interferir na atividade bactericida das penicilinas, cefalosporinas e aminoglicosídeos, embora exista controvérsia quanto a significância clínica dessa possível interação.
  • Evitar a administração simultânea de drogas hepatotóxicas.

 

FÓRMULA:

Cada comprimido de 200mg contém:

Doxiciclina (Cloridrato) ………………………………………………………………………100,0 mg

Excipiente q.s.p………………………………………………………………………………..200,0 mg

Esquema de Administração

Arquivos